25 abril 2011

MayDay Lisboa vai à Troika

O MayDay Lisboa recebeu esta tarde um convite por parte da Troika (Comissão Europeia, Banco Central Europeu e Fundo Monetário Internacional) para um encontro na próxima 3ª feira dia 26 de Abril.

A motivação para tal convite terá sido a discussão da actual situação laboral em Portugal, entendendo a Troika que o MayDay Lisboa, que se debruça enfaticamente sobre a questão da precariedade laboral na população trabalhadora portuguesa será um dos muitos actores sociais a ser consultado acerca das contrapartidas para o empréstimo de 80 mil milhões de euros que está a ser planeado para o país.

É com muito agrado que o MayDay Lisboa encontrar-se-á com os representantes do Fundo Monetário Internacional, Banco Central Europeu e Comissão Europeia, tendo para tal sido designada uma delegação do movimento.

Após o encontro o MayDay Lisboa comunicará as principais conclusões alcançadas, esperando poder contribuir activamente para que seja alcançado o melhor resultado em termos do futuro do país e em soluções para os impasses laborais e financeiros.

2 comentários:

João disse...

Aproveitem para também falarem naquilo que não interessa aos políticos.
Falem dos problemas do povo e pesam sacrifícios também para os políticos, corte nas reformas com 8 anos de serviços, nas despesas escandalosas de representação, etc, etc..

Pedro Ferreira disse...

Gostava que os partidos de esquerda seguissem o vosso exemplo.
Nao concordo com o FMI, já que cá estão vamos falar com eles...

a) queria a Limitação dos tectos salariais.
b) queria o fim de Acumulação de reformas
c) queria o fim de Subsidios descabios
d) queria o fim de Carros de alta CC nos gestores e administradores
e) queria uma Avalição top-down e bottom-up da função publica.
f)uma progressao baseada no merito
g) Taxar os bancos com impostos adequados.


Gostava que estes topicos fossem abordados na reunião